Desperdício alimentar

O desperdício alimentar é uma questão que tem vindo a merecer uma atenção crescente por parte da sociedade civil. Na verdade, tem-se assistido ao desenvolvimento de múltiplas iniciativas de que a viagem de bicicleta de um ativista ao Vaticano é um dos mais mediáticos exemplos recentes. No âmbito da associação “Zero Desperdício”, Filipe Gaivão partiu de bicicleta de Lisboa no dia 22 de maio e chegou ao Vaticano no dia 09 de junho, tendo-se encontrado depois com o Papa Francisco. Este Papa tem, aliás, expressado repetidamente a sua preocupação em relação a esta questão, particularmente no que ela representa em termos de desigualdades e de (in)justiça social.

Filipe Gaivão deu o seu contributo para sensibilizar a consciência coletiva, através de uma iniciativa que lhe requereu um grande esforço e tempo. Felizmente, a contribuição de cada um de nós para a redução do desperdício alimentar exige-nos muito menos esforço e está ao nosso alcance em pequenos gestos do dia-a-dia. Curiosamente, é deste tipo de gestos (os pequenos gestos do dia-a-dia) que depende a redução substancial do desperdício global…

Deixe uma resposta